Autores

5459
Alberto Jorge Silva de Lima
2198,383
5460
2198,383

Informações:

Publicações do PESC

Título
Inclusões Digitais e Desenvolvimento Social: Uma Narrativa Sociotécnica Sobre Telecentros, Lan Houses e Políticas Públicas
Linha de pesquisa
Informática e Sociedade
Tipo de publicação
Dissertação de Mestrado
Número de registro
Data da defesa
14/8/2013
Resumo

Esta dissertação, baseada nos Estudos Sociais das Ciências e das Tecnologias (Estudos CTS), procura colocar em cena, em uma perspectiva sociotécnica, duas histórias brasileiras: o legado do Programa Casa Brasil como observado em três telecentros da cidade do Rio de Janeiro – localizados no Complexo do Alemão, em Vigário Geral e na Prefeitura do Rio – e a controvérsia acerca do lugar das lan houses nas ações públicas de inclusão digital. As escolhas da metodologia e dos casos emergem da necessidade de se reconhecer a centralidade das Tecnologias da Informação e da Comunicação (TICs) nas redes que constituem as sociedades informacionais, bem como da necessidade de se pautar a política das tecnologias nas políticas públicas de inclusão digital. No percurso de pesquisa, a retórica da inclusão digital é problematizada através do exame das múltiplas (in)determinações existentes entre o acesso às TICs e a superação de desigualdades socioeconômicas. O objetivo central é traçar alguns perfis das ações de inclusão digital no Brasil e contribuir para a construção de políticas públicas sensíveis à agência dos artefatos, ao valor do conhecimento local e à complexidade da vida.

Abstract

This dissertation, based on the methodological framework of the Social Studies of Science and Technology (Science Studies), aims to enact, through a sociotechnical perspective, two Brazilian stories: the legacy of the Programa Casa Brasil as observed in three telecentres of Rio de Janeiro – located in Complexo do Alemão, in Vigário Geral and in the City Hall of Rio – and the controversy about the place of lan houses in digital inclusion public actions. The choices of methodology and cases emerge from the need to recognize the centrality of Information and Communication Technologies (ICTs) in the networks that constitute the informational societies, as also as from the need to inscribe on the agenda the politics of technology in the digital inclusion public policies. In the course of research, the rhetoric of digital inclusion is discussed by examining the multiple (in)determinations between access to ICTs and the overcoming of socioeconomic inequalities. The central objective is to outline some profiles of digital inclusion initiatives in Brazil and to contribute to the construction of public policies sensitive to the agency of artifacts, the value of local knowledge and the complexity of life.

Topo